domingo, 28 de junho de 2009

Poema














Eclipse


No céu
o encontro
fortuito
dos sempre
distantes
mas eternos
amantes...

Galanteios
cósmicos
aproximação...

fusão momentânea

sombras na Terra:

coito estelar.


Júlio Garcia

(Do livro 'Cara & Coragem' - Poa - 1995)

3 comentários:

Yvy disse...

Amei, Júlio!
l995? Huuuuuuum quanta inspiração!
Que epoca rica,fizeste um livro.

Abrs.

PS:Cola os outros...

Yvy disse...

1995 haja tempo :)

Abrs!

YBrussel disse...

Júlio, adicionei ao Verbalizando me perco no Maybe com as atualizações :)

Abrs!

PS:Imperdoável não ter lido o poema na fusão céu e terra.